01/11/2022
Rondônia participa da 306ª Reunião do Conselho de Administração da Suframa

A aprovação de 40 projetos industriais e de serviço com investimentos de R$1,38 bilhão foi pauta da 306ª Reunião do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), no último mês. Como representante do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Jailson Viana, esteve presente entre as autoridades que compuseram a mesa de autoridades. Os novos investimentos para a Zona Franca de Manaus (ZFM) estimam a geração de 1.589 empregos ao longo dos próximos três anos.

O evento foi realizado na sede da Suframa, em Manaus, e marcou o primeiro encontro oficial do CAS presidido pelo novo secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Alexandre Ywata, que aproveitou a ocasião para agradecer a parceria mantida em aproximadamente quatro meses de gestão com a classe empresarial e produtiva da região e reforçar o compromisso do governo federal em fortalecer as bases da ZFM e promover o desenvolvimento socioeconômico e sustentável da Amazônia. Outra estreia ocorrida nesta reunião foi a do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), Munir Lourenço, que tomou posse como novo conselheiro representante das classes produtoras.

Na oportunidade, o secretário adjunto da Sepog, Jailson Viana, enfatizou a importância de se fortalecer as parcerias com as instituições de desenvolvimento como a Suframa, Sudam, Banco da Amazônia, entre outros órgãos. Ao falar sobre os avanços do Estado, o adjunto ressaltou o aumento da arrecadação que em 2019 apresentou receita de um pouco mais de R$ 8 bilhões e agora a previsão para o exercício de 2023 é de R$ 13 bilhões. “No âmbito da economia, vale destacar que o Produto Interno Bruto de Rondônia (PIB) teve uma projeção de R$ 55 bilhões para o ano de 2022 e para 2023 está estimado em aproximadamente R$ 60 bilhões, refletindo o fruto do apoio da Suframa e do Governo Federal”, ressaltou o adjunto ao destacar que mesmo diante da pandemia Rondônia se manteve pujante graças também ao setor agrícola, a agropecuária e ao agronegócio.

Outro ponto destacado por Jailson foi a implantação empresas em Rondônia, resultando em um investimento de R$ 49 bilhões no Estado. “Isso reflete a credibilidade, confiança na gestão no governador coronel Marcos Rocha, somando forças com nossos demais estados no Norte”, complementou.

Imagens